Dr. Assis Marinho

(18)3625-5545 / 99789-1617 / 3301-5545 / 3303-1020

Gangrena Gasosa

 

Nomes alternativos
infecção clostrídica dos tecidos, mionecrose clostrídica, infecção de tecidos por Clostridium

 

Definição
Forma grave de gangrena (necrose tecidual) causada por Clostridium perfringens (veja também infecção subcutânea necrosante).

 

Causas, incidência e fatores de risco
A gangrena gasosa resulta de infecção por Clostridium, espécie bacteriana que em condições anaeróbicas (pouco oxigênio), produz toxinas que causam necrose do tecido e sintomas associados.

 

A gangrena gasosa geralmente ocorre nos locais traumatizados ou em ferida cirúrgica recente, iniciando-se repentinamente e tem caráter grave. A inflamação começa apresentando um inchaço tecidual no local da infecção, extremamente doloroso, de cor pálida passando para um vermelho-acastanhado. Pressionando-se a área inchada, pode-se sentir uma sensação crepitante, revelando a presença do gás no tecido. As beiradas da área infectada expandem-se em poucos minutos, de forma tão rápida que as alterações são vísiveis. O tecido afetado fica completamente destruído.

 

As espécies de Clostridium produzem diversos tipos de toxinas, quatro das quais (alfa, beta, ípsilon e jota) são fatais. Causam também necrose tecidual, destruição dos glóbulos vermelhos do sangue (hemólise), diminuição da circulação local (vasoconstrição) e infiltração nos vasos sangüíneos (aumento da permeabilidade vascular). Essas toxinas são responsáveis tanto pelo destruição dos tecidos locais, como pela sintomatologia sistêmica (sintomas gerais).

 

Os sintomas sistêmicos se manifestam desde o início da infecção e consistem em sudorese, febre e ansiedade. Se o paciente não receber tratamento, manifestam-se: choque, síndrome caracteriza por queda da pressão sangüínea (hipotensão), insuficiência renal, coma e por fim, óbito.

 

Sintomas

 

Sintomas iniciais:

 

  • dor de intensidade moderada a intensa, ao redor da lesão cutânea
  • inchaço progressivo ao redor da pele lesionada.
  • febre baixa ou moderada.
  • pele de cor inicialmente pálida, passando a ficar escurecida e por fim, descolorida.
  • pele adquirindo progressivamente um tom vermelho-escuro ou púrpura
  • formação de vesículas que se aglutinam ( transformando-se em grandes bolhas
  • vesículas cheias de líquido vermelho-acastanhado
  • secreção de fluido bem vermelho, de odor fétido ou com sangue (fluido secreção serossangüínea)
  • aumento da  freqüência  cardíaca (taquicardia.)
  • sudorese
  • enfisema subcutâneo 

 

Obs.:Em geral, os sintomas começam repentinamente e tendem a piorar rapidamente.

 

Sinais e exames
Pode ocorrer o choque, cujos sinais são: palidez generalizada, extremidades frias, pressão sangüínea baixa e aumento da freqüência cardíaca, além da presença de ar nos tecidos (crepitação). A infecção pode se estender a todo o organismo (toxicidade sistêmica ou sepse). É possível que a pele amarelada esteja associada à destruição desmesurada das células sangüíneas (icterícia).

 

  • uma coloração de gram da secreção da ferida evidencia a presença de bastonetes gram positivos e de formação de esporos.
  • a cultura anaeróbica de tecido ou de fluido revela a presença de Clostridium.
  • O exame de raio X e a tomografia computadorizada ou ressonância magnética mostram a presença de gás nos tecidos.

 

Tratamento
É necessária a imediata remoção cirúrgica do tecido infectado, danificado e necrosado (debridamento). A amputação pode ser indicada para controlar a disseminação da infecção.

 

Devem ser administrados antibióticos, de preferência do tipo penicilina, inicialmente por via intravenosa (por veia) e analgésicos, para controlar a dor.
Tem-se utilizado o oxigênio hiperbárico com resultados variados.

 

Expectativas (prognóstico)
A gangrena gasosa é progressiva e freqüentemente fatal. É necessária a assistência médica imediata.

 

Complicações:

 

  • deformidade ou dano permanente do tecido comprometido
  • icterícia  com dano hepático
  • insuficiência renal
  • disseminação sistêmica da infecção (sepse).
  • choque
  • estupor
  • delírio
  • coma

 

Solicitação de assistência médica
Solicite assistência médica se em dado momento ocorrerem sinais de infecção ao redor do ferimento, como dor, inchaço, vermelhidão, secreção de pus ou sangue, febre ou sintomas similares.

 

Procure o pronto-socorro ou chame o serviço de emergência local (190) se os sintomas indicarem gangrena gasosa. Trata-se de uma condição que requer atendimento médico imediato.

 

Prevenção
É necessário limpar cuidadosamente qualquer lesão cutânea, ficar atento aos sinais de infecção, como vermelhidão, dor, secreção de líquidos ou inchaço ao redor do ferimento. Caso isso ocorra, procure imediatamente assistência médica.