:: Início  
:: O Que é  
:: A Clínica  
:: Aplicações  
:: :: Síndrome de Fournier
:: :: Barotrauma
:: :: Pé Diabético
:: :: Queimaduras
:: :: Actinomicose
:: :: Doença de Crohn
:: :: Embolias Gasosas
:: :: Gangrena Gasosa
:: :: Osteomielite
:: :: Ulcera Varicosa
:: Regulamentação  
:: Fotos da Clínica  
:: Corpo Clínico  
:: Vídeo  

Osteomielite

Definição
Infecção óssea aguda ou crônica.

Causas, incidência e fatores de risco
A osteomielite trata-se de uma infecção nos ossos. Muitas vezes a infecção se origina em outro local do corpo, disseminando-se para os ossos por meio do sangue. O osso pode estar predisposto à infecção em razão de pequenos traumas recentes que causam coágulos sangüíneos. Nas crianças, normalmente são afetados os ossos longos; nos adultos, são mais afetadas as vértebras e a pélvis. Os responsáveis pela infecção podem ser as bactérias ou os fungos. O pus produzido pelo osso pode causar um abscesso ósseo, que por sua vez pode privá-lo da irrigação sangüínea.

A osteomielite crônica ocorre quando o tecido ósseo morre devido à interrupção do suprimento sangüíneo. A infecção crônica pode persistir por anos, ocorrendo de maneira intermitente. Os fatores de risco são traumas recentes, diabetes, pacientes que fazem hemodiálise e abuso de droga intravenosa. A incidência é de 2 em cada 10 mil pessoas.

Sintomas:

  • dor nos ossos
  • sensibilidade óssea
  • inchaço local e calor (inchaço facial)
  • febre
  • náusea
  • desconforto geral, inquietude ou mal-estar
  • drenagem de pus através da pele nas infecções crônicas

Sintomas adicionais que podem estar associados a esta doença:

  • sudorese excessiva
  • calafrios
  • dor nas costas, lombar
  • inchaço do tornozelo, dos pés e da perna

Sinais e exames
O exame físico poderá revelar sensibilidade óssea e possivelmente inchaço e vermelhidão.

  • hemograma completo revelando uma contagem de glóbulos brancos elevada
  • TSE elevada
  • cultura sangüínea para identificar o organismo causador
  • aspiração com agulha do espaço vertebral (para cultura)
  • biópsia da lesão óssea e cultura positivas para o organismo
  • a lesão cutânea decorrente de uma fístula ("canais" patológicos sob os tecidos) pode necessitar de uma drenagem para a obtenção de pus para cultura.

Esta doença pode alterar o resultado dos seguintes exames:

  • raio X das articulações
  • raio X das mãos
  • raio X das extremidades
  • raio X ósseo
  • FA (fosfatase alcalina)
  • FA

Tratamento
INFORMAÇÕES GERAIS
O objetivo do tratamento é eliminar a infecção e prevenir contra o desenvolvimento da infecção crônica.

MEDICAMENTOS
Deve-se iniciar imediatamente a administração de altas doses de antibióticos intravenosos, podendo depois ser mudados dependendo dos resultados da cultura.

CIRURGIA
Quando houver infecção crônica, recomenda-se a remoção cirúrgica do tecido ósseo necrosado. O espaço deixado por esse tecido removido pode ser preenchido por meio de enxerto ósseo ou por material de tamponamento, a fim de incentivar o crescimento de novo tecido ósseo. O tratamento com antibióticos deve ser continuado por pelo menos mais três semanas após a cirurgia.

A infecção de uma prótese ortopédica necessita de remoção cirúrgica com debridamento do tecido infectado ao redor do local. Dependendo da gravidade, uma nova prótese pode ser implantada na mesma operação, ou colocada apenas quando a infecção já estiver curada.

Expectativas (prognóstico)
Normalmente os resultados são bons se for seguido o tratamento adequado contra a osteomielite aguda; quando ocorrer a osteomielite crônica, os resultados não serão tão satisfatórios, mesmo com cirurgia. A osteomielite crônica resistente pode resultar em amputação.

Complicações
Osteomielite crônica

Solicitação de assistência médica
Solicite assistência médica caso haja sintomas de osteomielite, e também se você já sofrer de osteomielite e os sintomas persistirem mesmo com o tratamento.

Prevenção
Recomenda-se o tratamento rápido e completo da infecção. As pessoas que se apresentam propensas a esta doença (os diabéticos, os que sofreram um trauma recentemente, etc.) devem prontamente consultar um médico se apresentarem sinais de infecção em qualquer lugar do corpo.

 


Atenção:
As informações contidas neste website têm caráter informativo e educacional não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação.